Arquivos do Blog

PSB rebate críticas do PT a Eduardo Campos

Filipe Matoso

Após o PT ter publicado um texto no qual criticou o presidente do PSB, Eduardo Campos, a legenda do governador de Pernambuco decidiu rebater as críticas. Em nota, a sigla de Campos afirmou que os ataques representam “desespero” da direção do PT em razão de o PSB ter candidato próprio nas eleições presidenciais deste ano – Campos é o pré-candidato do partido.

“Fica evidente o desespero da direção do Partido dos Trabalhadores frente à discussão democrática do PSB em ter candidato próprio à Presidência da República em 2014. Tal desespero só demonstra a força das ideias e do debate que o PSB está propondo, sendo a real alternativa para que o Brasil avance nas mudanças que o povo brasileiro clama e precisa”, diz a nota.

Eduardo Campos rompeu com o governo Dilma Rousseff em setembro do ano passado, quando entregou os cargos que o PSB ocupava na administração federal, “em face da possibilidade de, legitimamente, poder apresentar candidatura à Presidência em 2014”, segundo carta entregue na ocasião pelo governador à presidente.

No texto do PT, intitulado “A balada de Eduardo Campos”, o partido classificou o governador como “tolo” e “playboy mimado”, além de fazer outras críticas.

Até a próxima!

Dilma vence no primeiro turno se disputar com Aécio e Campos, diz Datafolha

Filipe Matoso

A pesquisa Datafolha publicada neste sábado (12) pelo jornal “Folha de S. Paulo” mostra que a presidente Dilma Rousseff seria eleita em primeiro turno nas eleições de 2014, num cenário de disputa com Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). Nesse cenário, Dilma teria 42% das intenções de voto, Aécio aparece com 21% e Campos, com 15%. Brancos, nulos ou nenhum somam 16%. Outros 7% não sabem em quem votar.

No total, quatro cenários para a eleição presidencial de 2014 foram simulados pelo Datafolha. Neles, Campos é substituído por Marina Silva e Aécio, por José Serra. Na simulação do instituto em que a disputa aparece mais apertada, a presidente ficaria com 37% das intenções de voto, Marina com 28% e Serra alcançaria 20%.

Rejeição

O Datafolha também pesquisou os índices de rejeição para a disputa do ano que vem. José Serra (PSDB) aparece em primeiro lugar, com 36%. Dilma fica em segundo lugar, com 27%, Eduardo Campos aparece em terceiro, com 25%, Aécio é o quarto (24%) e Marina é quem tem o menor índice de rejeição (17%).

Até a próxima! 

Ex-ministro Luiz Dulci lança livro sobre Governo Lula

Filipe Matoso

Estamos de volta!

O ex-ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência Luiz Dulci lança nesta segunda-feira (11) o livro “Um salto para o futuro” em São Paulo. A obra, publicada pela editora da Fundação Perseu Abramo – ligada ao PT -, faz parte das atividades em comemoração aos dez anos do partido à frente do governo federal. Em nota, a legenda informou que o ex-presidente Lula vai ao lançamento.

Segundo a assessoria de Dulci, hoje dirigente nacional do PT, o livro é um balanço das políticas econômicas e sociais implantadas pelo ex-presidente Lula e como elas impactaram no desenvolvimento do Brasil.

Em nota, o ex-ministro classificou a obra como “um ensaio que aponta dados objetivos sobre o fim do neoliberalismo sob a liderança de Lula, tanto na parte econômica como na social”.

Luiz Dulci destaca ainda que com Lula à frente do governo federal “foi possível implementar um novo modelo de desenvolvimento nacional”, reconhecido, segundo o ex-ministro, “no Brasil e no mundo”.

O lançamento vai ocorrer no Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo às 19h e o livro será vendido a R$ 25.

Até a próxima!

PT prepara balanço do ano com reunião da alta cúpula em Brasília

Filipe Matoso

A alta cúpula do PT vai se reunir em Brasília nos próximos dias 7 e 8 para fazer uma avaliação do desempenho do partido em 2012. A reunião é trimestral, mas vai servir para que o presidente Rui Falcão e os membros do diretório possam fazer um balanço de como termina o ano para a legenda.

Na pauta, os líderes do partido pretendem falar sobre as eleições municipais deste ano, a atual conjuntura da legenda e as estratégias para 2013. As figuras centrais a direção do PT devem começar a planejar já neste encontro o primeiro programa do ano que vem, que deve ser montado com 10 minutos de duração.

Até a próxima!

Lindbergh Farias monta agenda pré-eleitoral de olho no governo do Rio em 2014

Filipe Matoso

O senador Lindbergh Farias (RJ) disse em entrevista divulgada neste sábado (17) pelo PT que deve começar em alguns meses uma agenda pré-eleitoral de olho na disputa pelo governo do Rio de Janeiro. As eleições ocorrem em 2014. A ideia do parlamentar é começar os preparativos em fevereiro.

“Temos certa tranquilidade para trabalhar a candidatura, construir um arco de alianças, visitar todos os municípios do Rio de Janeiro”, afirmou.

“Conversei com o ex-presidente Lula, que sugeriu escutar a população, ver o que ela tem a dizer, entender seus problemas. Vamos começar pelo município de Japeri, na Baixada”, completou.

Porém, o nome de Lindbergh ainda não é oficial. Interlocutores da legenda avaliam que serão necessárias diversas negociações entre o PT e os partidos aliados no Rio, como o PMDB, para que um nome seja lançado em comum acordo.

Até a próxima!

Associação de juízes elogia STF e rebate acusações do PT

Filipe Matoso

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) divulgou uma nota nesta sexta-feira (16) na qual elogiou a atuação dos ministros do STF no processo do Mensalão. A entidade ainda rebateu as acusações do PT de que a Corte teria feito um julgamento político ao afirmar que tratou-se de um “julgamento técnico”, com os votos baseados em aspectos “fáticos e jurídicos”.

“O julgamento da AP 470 pauta-se pelo respeito aos princípios constitucionais garantidores de um processo penal justo, especialmente o contraditório e a ampla defesa”, publicou a nota.

E outras críticas são feitas ao PT. “A irresignação quanto às penas que vêm sendo aplicadas é perfeitamente compreensível dentro do contexto e, por essa razão, a crítica do PT deve ser recebida como expressão de inconformismo, no exercício da liberdade de expressão. Nada mais do que isso”, publica a Ajufe.

Entre os demais pontos abordados, a associação “destaca” o número de ministros nomeados pela presidente Dilma e pelo ex-presidente Lula, “o que comprova a independência desses ministros em relação a quem os nomeou”.

“A independência da magistratura é garantia fundamental do Estado Democrático e os ministros do STF deram mostras disso, honrando o Poder Judiciário brasileiro”, diz a nota.

Por fim, a associação afirma que não há espaço para a “politização da matéria”.

PT divulga nota sobre o julgamento Mensalão e critica STF

Presidente do PT diz estar ‘indignado’ com condenações de Dirceu, Genoino e Delúbio

Até a próxima!

PT divulga nota sobre o julgamento do Mensalão e critica STF

Filipe Matoso

O PT divulgou uma nota nesta quarta-feira (14) sobre o julgamento do Mensalão no Supremo Tribunal Federal e criticou, de um modo geral, a atuação dos ministros. Para o partido, a Corte realizou um julgamento político.

O presidente da legenda, Rui Falcão, chegou a dizer que a Jusitça se deixou levar por pressões externas e disse estar “indignado” com as penas aplicadas aos membros da sigla.

“[O STF] fez política ao definir o calendário convenientemente coincidente com as eleições. Fez política ao recusar o desmembramento da ação e ao escolher a teoria do domínio do fato para compensar a escassez de provas”, publicou o PT.

José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares foram condenados pelo envolvimento com o esquema de corrupção.

O partido informou ainda entender que o Supremo não garantiu o direito amplo de defesa aos réus do processo.

“O STF negou aos réus que não tinham direito ao foro especial a possibilidade de recorrer a instâncias inferiores da Justiça. Suprimiu-lhes, portanto, a plenitude do direito de defesa, que é um direito fundamental da cidadania internacionalmente consagrado”, afirma o PT.

Em relação à imagem do ex-presidente Lula, a nota assinada pela executiva nacional da legenda afirma que tentaram manchar a imagem dele.

“Alguns ministros procuraram adequar a realidade à denúncia do Procurador Geral [Roberto Gurgel], supostamente por ouvir o chamado clamor da opinião pública, muito embora ele só se fizesse presente na mídia de direita, menos preocupada com a moralidade pública do que em tentar manchar a imagem histórica do governo Lula, como se quisesse matá-lo politicamente”, diz a nota.

E não faltaram críticas à atuação de Gurgel na ação penal. “O procurador não escondeu seu viés de parcialidade ao afirmar que seria positivo se o julgamento interferisse no resultado das eleições”, completa o partido.

Leia a íntegra da nota

Até a próxima!

Presidente do PT diz estar ‘indignado’ com condenações de Dirceu, Genoino e Delúbio

Filipe Matoso

O presidente do PT, Rui Falcão, disse em vídeo publicado nesta terça-feira (13) ter recebido com “indignação” as penas de José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares. Os três réus foram condenados pelo Supremo Tribunal Federal pelo envolvimento com o esquema do Mensalão.

Dirceu, ex-ministro da Casa Civil, recebeu a pena de 10 anos e 10 meses de prisão. Genoino, ex-presidente do PT, foi condenado a 6 anos e 11 meses de reclusão. Delúbio Soares, ex-tesoureiro do partido, a 8 anos e 11 meses. Além de multas.

“Recebi com muita tristeza, mas, também, com extrema indignação a decisão injusta do supremo Tribunal Federal que condenou a penas elevadíssimas, fora de parâmetro, os companheiros José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoino. Foi um julgamento com viés político”, diz Falcão.

“O Partido dos Trabalhadores continua afirmando que não houve compra de votos, que nenhum dos companheiros enriqueceu pessoalmente e que não foram utilizados recursos públicos”, completa.

O vídeo foi gravado e editado pelo PT. Assista.

Até a próxima!

Rui Falcão fala sobre o jantar entre PT e PMDB

Filipe Matoso

O presidente do PT, Rui Falcão, disse nesta quarta-feira (7) que o jantar político entre as cúpulas do partido e do PMDB na terça (6) serviu para que as legendas discutissem os resultados nas eleições municipais, as alianças nas disputas pelas presidências da Câmara e Senado, além de  mudanças no setor elétrico.

O encontro ocorreu no Palácio da Alvorada e foi comandado pela presidente Dilma Rousseff. Pouco antes do jantar, ela esteve com o ex-presidente Lula, que não ficou para a reunião com o PMDB.

O vídeo foi gravado e editado pelo PT.

Até a próxima!

Cúpula do PT discute eleições

Filipe Matoso

A alta cúpula do PT vai se reunir na tarde desta quinta-feira (1º) para discutir o resultado das eleições municipais deste ano e a atual conjuntura do partido. Segundo assessores da legenda, não está prevista uma discussão sobre o julgamento do Mensalão no Supremo Tribunal Federal, mas “se o presidente [Rui Falcão] quiser, o assunto pode entrar na pauta”.

A Executiva Nacional se encontra na sede do partido, em São Paulo, a partir das 14h. A previsão é que a reunião dure cerca de quatro horas. O presidente da legenda, Rui Falcão, deve aparecer.

Segundo o Instituto Lula, o ex-presidente não deve ir ao encontro. De acordo com o PT, Nilmário Miranda (Fundação Perseu Abramo) está em São Paulo e foi chamado. O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad, segundo a secretaria-geral da legenda, não foi convocado, “mas pode ir, caso o presidente o chame”.

Até a próxima!