Arquivos do Blog

Em 10 anos, MA criou 26% das vagas previstas para presos, diz governo

Do G1, em Brasília

O Ministério da Justiça informou que, nos últimos dez anos, o governo federal enviou R$ 52 milhões ao Maranhão destinados à criação de 1.621 novas vagas para presos por meio da construção de presídios ou da ampliação dos já existentes. De acordo com o ministério, das vagas previstas, foram criadas até agora 418 (26% do total).

Os R$ 52 milhões são referentes a sete contratos firmados pela União com o governo estadual. Desses contratos, dois foram finalizados, dois estão em vigência – mas com obras paradas – e três foram cancelados, segundo o governo federal.

Leia a íntegra da reportagem do G1

Até a próxima!

Presidente Dilma anuncia R$ 21 bilhões para agricultura familiar

Filipe Matoso

A presidente Dilma Rousseff  confirmou nesta quinta-feira (6) que o governo federal vai disponibilizar R$ 21 bilhões em crédito para a produção de pequenos agricultores por meio do Pronaf.

O crédito é 1,66% superior ao anunciado no ano passado para a safra 2012/2013, quando foram oferecidos R$ 18 bilhões para a agricultura familiar.

Até a próxima!

Dilma anuncia mais de R$ 30 milhões em equipamentos para fronteiras

Filipe Matoso

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta segunda-feira (3) mais de R$ 30 milhões para a instalação de câmeras de vigilância em 60 municípios nas fronteiras do Brasil. A meta é fiscalizar mais de 17 mil km.

“Nesses primeiros dias da operação foram vistoriados 184 mil veículos e 12 mil embarcações, e isso levou à apreensão de mais de seis toneladas de drogas e 8 mil quilos de explosivos. Protegendo as nossas fronteiras, nós ajudamos a aumentar a segurança da nossa própria população e a dos grandes eventos que se aproximam”, detalhou.

Dilma Rousseff/ foto retirada do blog Lauro Jardim - Veja

Dilma Rousseff/ foto retirada do blog Lauro Jardim – Veja

Até a próxima!

Investimentos das estatais batem recorde de 2010, diz Planejamento

Filipe Matoso

Os investimentos das empresas estatais federais chegaram a R$ 73,1 bilhões no acumulado de janeiro a outubro deste ano. O Ministério do Planejamento informou nesta sexta-feira (30) que o número representa 68,3% do total de R$ 107 bilhões aprovado para o período.

Segundo a pasta, o recorde anterior havia sido registrado em 2010, quando em igual período tinham sido investidos de janeiro a outubro 65,8% dos recursos do orçamento.

Nos últimos 12 meses, o total investido foi de R$ 93,4 bilhões e a quantia, de acordo com o Planejamento, superou o acumulado até setembro de 2012 (R$ 92,3 bilhões). O valor é 18,2% maior do que a trajetória de 12 meses registrada em outubro de 2011.

“Mantendo-se a média de R$ 7,3 bilhões por mês, a execução deve alcançar patamares inéditos no país ao fim do ano. O percentual deve bater a marca de 2009 (86,6%) e o nominal deve estabelecer novo recorde, superando os R$ 83,9 bilhões registrados em 2010”, informou a pasta em nota.

Até a próxima!

Dilma lança em Brasília programa Mais Irrigação

Filipe Matoso

A presidente Dilma Rousseff lançou nesta terça-feira (13) em Brasília o programa Mais Irrigação. O objetivo, segundo o governo federal, é valorizar o agricultor familiar e desenvolver a economia regional de forma sustentável, além de gerar mais emprego e renda e produzir alimentos de qualidade em 66 áreas de 16 estados.

“A irrigação permanente e terras constantemente aproveitadas, sem sombra de dúvidas, são a melhor resposta para seca também. Nós queremos esse modelo bem sucedido e esperamos que ele se espalhe pelo Brasil, recriando oportunidades de produção e esperança”, afirmou a presidente Dilma.

A proposta, segundo o governo, é incluir pequenos e médios agricultores na cadeia produtiva, garantir mercado, assistência técnica e preço justo.

A estimativa é que R$ 3 bilhões sejam investidos por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e outros R$ 7 bilhões vindos da iniciativa privada.

Até a próxima!

Vídeo: Dilma fala sobre novo plano do governo contra desastres naturais

Filipe Matoso

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira (8) que o lançamento do Plano Nacional de Gestão de Riscos e Resposta a Desastres Naturais  foi criado para “salvar vidas, garantir que estados e municípios sofram menos impactos com os desastres naturais e evitar que as pessoas percam as casas”.

O programa reúne desde prevenção e monitoramento a melhoria de condições de resposta.

Foram disponibilizados cerca de R$ 19 bilhões para investimentos em situações de enchentes, deslizamentos e seca.

Até a próxima!

Agnelo encerra viagem na China

Filipe Matoso

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, apresentou  a um grupo de empreendedores e representantes do governo chinês a palestra Invest in Brasilia (Invista em Brasília) nesta segunda-feira (23), último dia da comitiva brasiliense no país.

Em nota, o GDF informou que Agnelo destacou a parceria comercial entre Brasil e China e apontou as potencialidades da capital federal para reforçar o vínculo das duas nações. “Brasília tem muito a aprender com o desenvolvimento de cidades como Xangai assim como tem grande potencial para receber investimentos que podem vir daqui [China]”, disse.

O presidente da Câmara Legislativa do DF, Patrício (PT), disse ao grupo que espera concretizados os projetos e acordos de parcerias feitos na China.

A comitiva, que já passou pelos Emirados Árabes e Cingapura, agora segue para Itália e Alemanha. O objetivo da viagem, segundo o governo, é “divulgar o Distrito Federal como centro tecnológico e digital; conhecer os modelos dos melhores polos digitais do mundo e trocar experiências no setor de mobilidade e planejamento urbanos”.

Até a próxima!

A agenda internacional de Agnelo Queiroz

Filipe Matoso

Agnelo Queiroz/ foto: Elza Fiúza - Agência Brasil

Agnelo Queiroz/ foto: Elza Fiúza – Agência Brasil

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, vai aos Emirados Árabes Unidos, Cingapura e China acompanhado de assessores. O objetivo da missão, segundo o GDF, é “divulgar Brasília como centro tecnológico e digital, conhecer os modelos dos melhores polos digitais do mundo e trocar experiências no setor de mobilidade e planejamento urbanos”.

Em nota, a Secretaria de Comunicação Social informou que está prevista para o início de agosto a realização de um processo de licitação internacional para que uma empresa administre, por meio de Parceria Público Privada (PPP), o Parque Tecnológico Cidade Digital. O espaço funcionará como um grande condomínio, que reunirá “o que há de mais moderno no ramo de tecnologia”, empresas nacionais e estrangeiras.

A comitiva pretende ainda conhecer experiências em soluções tecnológicas, sustentáveis e de crescimento econômico.

Leia também: Governo lança banda larga grátis, com provedores de conteúdo

Até a próxima!

Medidas de estímulo à economia serão focadas em investimentos

Filipe Matoso

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, disse nesta quarta-feira (26) que as medidas de estímulo à economia que serão anunciadas na quinta (27) pelo governo irão ajudar o Brasil a contornar os reflexos da crise de países da Zona do Euro.

Pimentel não adiantou quais áreas serão beneficiadas pelas medidas, mas disse que os investimentos terão prioridade. “Nós já fizemos muita coisa para expandir o consumo. Melhoramos o crédito, [fizemos] reduções importantes de imposto para os bens de consumo duráveis e, agora, estamos focando muito no investimento”, disse o ministro, conforme reportagem da “Agência Brasil“.

Até a próxima!

Paulo Bernardo cobra mais investimentos em telecomunicações

Conexão Minicom

Paulo Bernardo/ foto: Wilson Dias – Agência Brasil

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, cobrou nesta quarta-feira (30) mais investimentos das empresas de telecomunicações nos próximos anos no país. Em audiência na Comissão de Defesa de Consumidor na Câmara dos Deputados, ele disse que a média de recursos investidos nos últimos anos tem sido de R$ 17 bilhões, mas o ideal seria chegar a R$ 24 bilhões por ano.

“As empresas têm vendido além do que a infraestrutura comporta. Então, temos de fazer investimentos para garantir um serviço de qualidade e atender melhor”, disse o ministro.

Paulo Bernardo reforçou que o governo tem adotado medidas para estimular a concorrência entre as operadoras. Entre as ações, o ministro falou sobre a obrigatoriedade do compartilhamento de infraestrutura.

De acordo com o Ministério das Comunicações, um decreto em elaboração do governo federal vai permitir o compartilhamento de redes das estatais. Em breve, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deve votar o regulamento que determina o uso da infraestrutura de telecomunicações por diferentes empresas.

Até a próxima!