Arquivos do Blog

Brasil acompanha medidas de Obama com ‘extrema atenção’, diz porta-voz

Filipe Matoso

O porta-voz da Presidência da República, Thomas Traumann, disse neste domingo (19) em nota divulgada pelo “Blog do Planalto” que o Brasil acompanha com “extrema atenção” o anúncio do presidente dos EUA, Barack Obama, de que fará mudanças nos programas de inteligência do país.

Na nota, Traumann afirmou que o governo brasileiro analisou “detidamente” o anúncio de Barack Obama.

“É um primeiro passo. O governo brasileiro irá acompanhar com extrema atenção os desdobramentos práticos do discurso”, disse o porta-voz.

Esta foi a primeira manifestação oficial do governo brasileiro sobre os anúncios de Obama.

Até a próxima!

Anúncios

IOF sobre a entrada de capital estrangeiro em aplicações de renda fixa vai ser zerado

Filipe Matoso

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta terça-feira (4) que o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre a entrada de capital estrangeiro em aplicações de renda fixa vai ser zerado.

“A medida foi possível porque o mercado está se regularizando”, afirmou Mantega. A medida, segundo o Ministério da Fazenda, deve ser publicada nesta quarta (5) no “Diário Oficial da União”.

Segundo o ministro, a eliminação do imposto foi possível porque o mercado de câmbio está normalizado, com a redução do excesso de liquidez (dinheiro em circulação no mercado) internacional, que pressionava o dólar para baixo nos últimos anos.  

“Tínhamos elevado o IOF de zero para 6% porque havia uma grande liquidez no mercado internacional, que ameaçava entrar no Brasil. Hoje, com o mercado normalizado, pudemos retirar esse obstáculo”, afirmou.

ministro Guido Mantega/ foto: Valter Campanato-ABr

ministro Guido Mantega/ foto: Valter Campanato-ABr

Até a próxima!

Lindbergh Farias monta agenda pré-eleitoral de olho no governo do Rio em 2014

Filipe Matoso

O senador Lindbergh Farias (RJ) disse em entrevista divulgada neste sábado (17) pelo PT que deve começar em alguns meses uma agenda pré-eleitoral de olho na disputa pelo governo do Rio de Janeiro. As eleições ocorrem em 2014. A ideia do parlamentar é começar os preparativos em fevereiro.

“Temos certa tranquilidade para trabalhar a candidatura, construir um arco de alianças, visitar todos os municípios do Rio de Janeiro”, afirmou.

“Conversei com o ex-presidente Lula, que sugeriu escutar a população, ver o que ela tem a dizer, entender seus problemas. Vamos começar pelo município de Japeri, na Baixada”, completou.

Porém, o nome de Lindbergh ainda não é oficial. Interlocutores da legenda avaliam que serão necessárias diversas negociações entre o PT e os partidos aliados no Rio, como o PMDB, para que um nome seja lançado em comum acordo.

Até a próxima!

Mantega afirma que o governo não deve cumprir a meta cheia de superávit primário

Filipe Matoso

Ministro Guido Mantega/ foto: Antonio Cruz - ABr/ blogdofilipe.com

Ministro Guido Mantega/ foto: Antonio Cruz – ABr

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira (06) em Brasília que o governo não deve cumprir a meta cheia de superávit primário neste ano, fixada em 3,1% do PIB.

Não pretendíamos fazer essa dedução, mas a arrecadação está mais fraca esse ano e estamos fazendo grandes desonerações, com renúncia de receita de R$ 45 bilhões”, disse.  

Segundo o ministro, o valor do desconto ainda não está determinado, entretanto será deduzido o mínimo possível. 

Em nota, a Fazenda informou que a Lei de Diretrizes Orçamentária autoriza o governo a descontar até R$ 40,6 bilhões referentes aos investimentos do PAC. “Todos esses anos nós estávamos autorizados a fazer isso, porém só o fizemos quando a situação ficou mais crítica, como em 2009”, ressaltou o ministro.

Segundo assessores de Mantega, ele estima que mesmo com o abatimento de parte dos investimentos, o governo continua a fortalecer as contas públicas. “O não cumprimento da meta cheia não significa que estamos fazemos um afrouxamento das contas públicas, pelo contrário, continuamos reduzindo o déficit fiscal nominal”.

De acordo com o chefe da Fazenda, o déficit esse ano vai ser menor que o de 2011.

Até a próxima!

Corte de ponto de servidores pode ser revisto

Filipe Matoso

O governo federal sinalizou neste domingo (26) que pode rever a decisão de cortar o ponto dos servidores públicos federais em greve.

O secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, disse que não haverá o corte do ponto e que pode haver a devolução do salário cortado, caso governo e categorias cheguem a um acordo para a reposição dos dias parados.

“O governo acenou com esta possibilidade para todas as categorias. Há realmente esta possibilidade”, afirmou.

De acordo com reportagem da “Agência Brasil”, o secretário disse que as negociações sobre reajuste e corte de ponto são feitas de forma separada.

“Uma é a negociação da reposição do trabalho, das horas [não trabalhadas] que foram decorrentes da greve. Se houver também uma possibilidade de acordo sobre a reposição do trabalho e das horas de trabalho, faremos um acordo também. Mas um acordo não depende do outro”, disse.

Até a próxima!

Marco Maia defende corte de ponto de grevistas

Filipe Matoso

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), defendeu nesta quinta-feira (23) o corte de ponto dos servidores públicos que estão em greve.

“O governo está agindo certo, buscando negociar com os servidores e, ao mesmo tempo, sendo duro na cobrança de responsabilidade, de comportamento republicano por parte deles [grevistas]”, disse.

De acordo com Maia, os acordos firmados entre governo e categorias serão analisados pela Casa durante a avaliação do Orçamento da União, que deve ser enviado pelo governo ao Congresso até o dia 31 deste mês.

“O que chegar à Câmara, de forma acordada, será aprovado pelo parlamento. Aquilo em que não houver acordo, vamos procurar ajudar para que aqui na Câmara possa se construir esse entendimento”, completou.

Até a próxima!