Arquivo mensal: agosto 2012

Governo Central registra superávit de R$ 4 bilhões

Filipe Matoso

Relatório divulgado nesta quarta-feira (29) pelo Ministério da Fazenda mostra que o Governo Central (Banco Central, Previdência e Tesouro Nacional) registrou superávit primário de R$ 4 bilhões em julho, contra R$ 1,1 bilhão no mês anterior. No acumulado do ano, o total do superávit chega a R$ 51,9 bilhões, cerca de R$ 15 bilhões a menos que no mesmo período de 2011.

A receita líquida total em julho foi de R$ 76,9 bilhões e a despesa chegou a R$ 72,9 bilhões. No acumulado do ano, segundo o Tesouro Nacional, foram arrecadados R$ 504,5 bilhões e R$ 452,6 bilhões somam as despesas.

Nessa terça (28), a Previdência informou ter registrado déficit de R$ 2,6 bilhões em julho deste ano. A expectativa do governo federal é que o déficit acumule R$ 38 bilhões em 2012.

Até a próxima!

Anúncios

Previdência Social anuncia déficit de R$ 2,6 bilhões

Filipe Matoso

O Ministério da Previdência Social anunciou nesta terça-feira (28) ter registrado déficit de R$ 2,6 bilhões em julho. Segundo o ministro Garibaldi Alves, o valor já era esperado e a estimativa do governo é que o total de 2012 chegue a R$ 38 bilhões. No acumulado do ano, a quantia está em torno de R$ 23 bilhões.

Em comparação entre julho deste ano com o mesmo mês do ano passado, houve alta de 17,5%. No total, foram arrecadados cerca de R$ 22,3 bilhões  e pagos R$ 25 bilhões. Em 2011, o déficit fechou, segundo assessores do ministério, em R$ 36,5 bilhões.

Até a próxima!

Marta Suplicy vai para a campanha de Haddad

Filipe Matoso

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) vai começar a participar da campanha do candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. Após almoçar com o ex-presidente Lula, a ex-prefeita da capital paulista disse que entrou para ‘fazer a diferença’.

“Eu falei que estou disponível para tudo. Eu estou onde sempre estive, no sentido de dizer que quando começasse a campanha de fato e eu percebesse que faria a diferença, eu entraria. E é isso que eu vou fazer, vou entrar”, afirmou.

Vale lembrar que o ex-presidente Lula também participa da campanha. Ele chegou a gravar um vídeo em apoio a Haddad.

De acordo com pesquisa divulgada pelo Ibope o petista aparece em terceiro lugar na disputa pela Prefeitura de São Paulo. Se as eleições fossem hoje, disputariam o segundo turno Celso Russomanno (PRB) e o tucano José Serra (PSDB).

Até a peóxima!

CPI do Cachoeira analisa documentos enviados pela PF

Filipe Matoso

A CPI do Cachoeira deve analisar nesta semana todos os documentos referentes à operação Monte Carlo, que resultou na prisão do bicheiro, enviados pela Polícia Federal. Entre as provas estão gravações de áudio, vídeos, fotos e documentos apreendidos.

Cachoeira foi preso em 29 de fevereiro deste ano sob suspeita de chefiar uma quadrilha de jogos ilegais. Além disso, o Congresso instalou a CPI para investigar as relações que o contraventor tinha, e ainda tem, com grupos políticos e de empresários.

Segundo informou a Câmara, o material da polícia foi entregue na totalidade na última sexta-feira (24).

O relator da CPI, deputado Odair Cunha (PT-MG), disse que será preciso fazer um esforço para analisar o material, que vai ajudar nas conclusões da comissão. “A nossa expectativa é que esse material possa contribuir com a análise que estamos fazendo sobre os tentáculos dessa organização criminosa”, afirmou.

Ainda de acordo com a Casa, a CPI ecebeu 280 mídias, entre CDs, DVDs e blue-rays. Além do material apreendido, há laudos periciais e relatórios de análise produzidos pela PF. Técnicos da polícia periciaram as imagens. O material será incluido no sistema informatizado da comissão, para que os parlamentares possam ter acesso.

Até a próxima!

Corte de ponto de servidores pode ser revisto

Filipe Matoso

O governo federal sinalizou neste domingo (26) que pode rever a decisão de cortar o ponto dos servidores públicos federais em greve.

O secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, disse que não haverá o corte do ponto e que pode haver a devolução do salário cortado, caso governo e categorias cheguem a um acordo para a reposição dos dias parados.

“O governo acenou com esta possibilidade para todas as categorias. Há realmente esta possibilidade”, afirmou.

De acordo com reportagem da “Agência Brasil”, o secretário disse que as negociações sobre reajuste e corte de ponto são feitas de forma separada.

“Uma é a negociação da reposição do trabalho, das horas [não trabalhadas] que foram decorrentes da greve. Se houver também uma possibilidade de acordo sobre a reposição do trabalho e das horas de trabalho, faremos um acordo também. Mas um acordo não depende do outro”, disse.

Até a próxima!

Crise agilizou mudanças na economia, diz Mantega

Filipe Matoso

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse na noite desta quinta-feira (23) que a crise econômica internacional resultou em efeitos positivos para o país.

“A crise tem o lado positivo, porque ela acaba acelerando transformações e medidas que talvez você não tomasse durante um período normal. Você demoraria mais para fazer transformações que são exigidas durante a crise”, afirmou.

Conforme reportagem da “Agência Brasil”, o ministro disse ainda que “o Brasil está se tornando um país normal em matéria de política monetária”.

Até a próxima!

Lewandowski e Joaquim Barbosa voltam a se estranhar no STF

Agência Brasil

Responsáveis pelos principais votos no julgamento do mensalão, o relator Joaquim Barbosa e o revisor Ricardo Lewandowski voltaram a se estranhar no fim da sessão desta quinta-feira (23), no Supremo Tribunal Federal (STF).

Repetindo o mal-estar do debate sobre o fatiamento dos votos, desta vez, os ministros discordaram sobre o direito que cada um tem de falar após o voto do outro. Tudo começou quando Barbosa disse que queria “esclarecer alguns pontos” do voto de Lewandowski.

Contrariado, o revisor disse que só aceitaria “a réplica se tivesse a tréplica”, mas a proposta não foi acolhida pelo presidente, ministro Carlos Ayres Britto, responsável por dirigir o julgamento. “Se ficarmos no vaivém no termo dos debates, não terminaremos nunca”, justificou o presidente.

Ayres Britto disse que o relator tem o direito de falar após o revisor porque tem certa “proeminência” no processo, o que provocou a indignação de Lewandowski. “Temos uma concepção diferenciada sobre o papel do relator e de revisor”, disse o ministro, que prometeu se ausentar do plenário durante a fala de Barbosa caso não seja autorizado a falar novamente.

A discussão só foi encerrada após intervenção do presidente enquanto Lewandowski ainda reclamava, pedindo que a proposta da tréplica fosse levada a plenário. Após a sessão, o revisor foi acalmado em conversa reservada com os ministros Luiz Fux, Marco Aurélio Mello e Antonio Dias Toffoli.

A decisão sobre o direito de réplica e tréplica do relator e do revisor do processo, respectivamente, ficou para a sessão, marcada para segunda-feira (27).

Até a próxima!

Lula entra de vez na campanha de Patrus

Filipe Matoso

Assista ao vídeo gravado pelo ex-presidente Lula em apoio ao candidato do PT à Prefeitura de Belo Horizonte, Patrus Ananias.

Pesquisa divulgada pelo Ibope no último dia 16 mostra o candidato à reeleição, Márcio Lacerda (PSB), em primeiro lugar. Patrus Ananias aparece com 23% das intenções de voto, enquanto o principal adversário conta com 46% .

Até a próxima!

Senador pretende entrar com ação contra Agnelo Queiroz

Filipe Matoso

Governador do DF, Agnelo Queiroz/ foto: Antonio Cruz - ABr

Governador do DF, Agnelo Queiroz/ foto: Antonio Cruz – ABr

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) pretende discutir com a bancada do PSDB se o partido vai entrar com representação criminal junto ao Ministério Público Federal contra o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT). De acordo com o líder do PSDB no Senado, os depósitos feitos em 2008 por Agnelo configuram tentativa de compra de testemunha, já que o policial João Dias ameaçava delatar um suposto esquema de desvio de recursos em convênios do Ministério do Esporte.

“O repasse de dinheiro feito por Agnelo coincide com o período em que o policial João Dias ameaçava denunciar o governador, o que deixa no ar a hipótese de tentativa de compra de testemunha. Portanto, cabe representação com base no Código Penal junto ao Ministério Público Federal. Na próxima semana reuniremos a bancada do PSDB para decidir que providências o partido irá tomar”, afirmou o senador em nota publicada pelo partido.

Reportagem do jornal “Folha de S. Paulo” mostra que Agnelo pagou R$ 7.500 para João Dias Ferreira. As transferências – três depósitos de R$ 2.500, com intervalo de cerca de 30 dias entre cada um – constam dos extratos bancários de Agnelo remetidos pelo BRB (Banco de Brasília) à CPI do Cachoeira esta semana, e aos quais a “Folha” teve acesso.

Conforme publica o “G1”,  uma nota divulgada nesta quinta, assinada por Ugo Braga, porta-voz do governo do Distrito Federal, diz que os depósitos são referentes à compra de um carro usado.

“As operações financeiras com o senhor João Dias Ferreira constantes dos dados bancários do governador Agnelo Queiroz dizem respeito à compra de um veículo usado – Honda Civic, modelo 2006/2007. A transação foi feita em fevereiro de 2008, mediante a entrega de 10 cheques nominais pré-datados, mas acabou desfeita pouco mais de dois meses depois, com a devolução do carro e a restituição dos cheques”, diz o texto, publicado pelo site da Rede Globo.

Segundo a nota, “a operação é absolutamente legal e o governador Agnelo Queiroz tanto não tem motivo para escondê-la que prontamente ofereceu seu sigilo bancário, assim como o telefônico e o fiscal, à CPMI do Congresso no dia de seu depoimento, em 13 de junho passado”.

Até a próxima!

Peru pede apoio ao Brasil para desenvolvimento de programa social

Filipe Matoso

A primeira-dama do Peru, Nadine Heredia, esteve em Brasília nesta quinta-feira (23) e pediu à presidente Dilma Rousseff, em encontro no Palácio do Planalto, apoio do Brasil para o aperfeiçoamento do programa “Juntos”.

O Peru quer apoio técnico do Brasil para informatizar o programa, que foi implementado com a assessoria de técnicos brasileiros. Nadine Heredia pretende contar ainda com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social.

Durante o encontro, Nadine e Dilma, segundo o Planalto, conversaram sobre como o Peru pode melhorar a formalização do acesso ao crédito e o estímulo às pequenas e microempresas. A primeira-dama também discutiu com a presidente a implementação de mecanismos que ajudem o Peru a aumentar a exportação para o Brasil.

Até a próxima!